Paulo Câmara pede aos deputados federais que apresentam quatro emendas de bancada

191114 - divulgação

Sabendo que vai receber o Estado com poucos recursos, no dia 1º de janeiro próximo, o governador eleito de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), reuniu-se em Brasília na noite desta terça-feira (18) com os membros da bancada federal (governo e oposição).

Ele apresentou aos parlamentares as emenda que considera prioritárias para o seu futuro governo, totalizando R$ 1,6 bilhão.

As principais foram as seguintes: 1) R$ 120 milhões para a construção do Hospital Geral de Cirurgia (Recife); 2) R$ 120 milhões para a construção do Hospital Geral do Sertão (Serra Talhada); 3) R$ 680 milhões para duplicação da BR-232 no trecho São Caetano-Arcoverde; 4) R$ 360 milhões para a construção da Barragem Engenho Maranhão (Ipojuca); 5) R$ 320 milhões para a duplicação da BR-408 no trecho Carpina-Timbaúba; 6) R$ 45 milhões para a reforma do Hospital Barão de Lucena (Recife).

Participaram da reunião o vice eleito Raul Henry (PMDB), o senador eleito Fernando Bezerra Coelho (PSB) e o chefe da Casa Civil Luciano Vasquez.

Os senadores Humberto Costa (PT), Jarbas Vasconcelos (PMDB) e Armando Monteiro (PTB) não participaram. Os dois primeiros estão em missão oficial nos EUA e o petebista tinha outro compromisso no mesmo horário.

Fonte: Blog do Inaldo Sampaio

Comentários

Matrículas de alunos novatos na rede estadual de PE começam nesta quarta

sala de aula 300x225 Matrículas de alunos novatos na rede estadual de PE começam nesta quarta

Começa nesta quarta-feira (19) o período de matrículas do ano letivo 2015 para as escolas da rede estadual de ensino de Pernambuco. Ao todo, serão ofertadas 193.099 vagas. O processo é destinado para alunos novatos, transferidos de outros estados ou municípios, procedentes de escolas particulares ou que estão retornando aos estudos. Estudantes que já fazem parte da rede estadual têm a matrícula renovada automaticamente.

Para realizar a matrícula, os alunos novatos devem preencher um formulário no site da Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco (SEE), até 17 de dezembro. No ato da inscrição, o estudante deve indicar três opções de escolas onde deseja estudar próximas a sua residência. O sistema vai filtrar as vagas a partir das opções escolhidas, levando em consideração a ordem de preferência. A previsão é de que, no mesmo dia, o aluno fique sabendo onde deve estudar. O aluno receberá uma ligação da SEE informando qual das instituições possui vagas disponíveis.

Quem perder o prazo para inscrição no site poderá realizar a matrícula através da central de atendimento telefônico, que funcionará de 20 de dezembro ao dia 30 do mesmo mês, por meio do número 0800-286-0086, das 7h às 21h. A ligação é gratuita.

A efetivação da matrícula para alunos provenientes da rede estadual (somente aqueles que mudarão de escola) e da rede municipal deve ser feita entre os dias 12 de janeiro ao dia 16 do mesmo mês. Já os alunos novatos precisarão concluir o processo entre os dias 19 e 23 de janeiro. Para efetivar a matrícula, é necessário levar certidão de nascimento, comprovante de escolaridade (em caso de transferências), certidão de vacinação (somente para o ensino fundamental), comprovante de residência com CEP.

Fonte: Blog do Carlos Britto

 

Comentários

Os militares e as manifestações pela volta da ditadura

Da coluna de Mônica Bergamo, hoje, na Folha de S.Paulo:

As manifestações para que os militares voltem ao poder no Brasil são rechaçadas com veemência pelos comandantes das Forças Armadas. ‘Os militares estão totalmente inseridos na democracia e não vão voltar. Isso eu garanto’, disse à coluna o almirante Julio Soares de Moura Neto, comandante da Marinha.

‘Não sei quem anda inventando isso [manifestações pela volta dos militares ao poder], mas não faz o menor sentido. Os militares só voltam em seu papel institucional, que é o que têm hoje’, completa Moura Neto.

‘São opiniões de extremistas’, diz o tentente-brigadeiro Juniti Saito, comandante da Aeronáutica. ‘[A volta dos militares] é algo impossível de acontecer. Só quem poderia tentar fazer isso é o pessoal da ativa [das Forças Armadas]. E, como nós não queremos nada nesse sentido, não há a menor chance de essas ideias evoluírem.’

‘Nós vivemos há muitos anos em um ambiente de absoluta normalidade’, reforça o comandante do Exértico, general Enzo Peri. ‘Vejo essas manifestações com naturalidade, mas elas não devem ter qualquer outra conotação’, diz ele.

Fonte: Blog do Magno Martins

Comentários

Expulsão: prefeitos não pensam em deixar o PT

 Os prefeitos de Orocó, Reginaldo Cavalcante, e de Jatobá, Róbson Barbosa, dois dos três gestores petistas ameaçados de expulsão pelo apoio dado ao governador eleito Paulo Câmara (PSB) durante a campanha, afirmaram ontem que, a princípio, não pretendem deixar opartido. Procurados pela reportagem do Diario, ambos disseram que ainda não foram notificados sobre o processo de infidelidade partidária a que responderão, mas que irão questionar as acusações e apresentar defesas.

O gestor de Orocó ponderou que o PT deveria levar em consideração a conjuntura dos municípios antes de aplicar qualquer sanção a seus filiados. “Há tempos que estamos do mesmo lado de (Miguel) Arraes e Eduardo Campos aqui na cidade. Armando não é do PT. Votei, sim, em Paulo Câmara, mas trabalhei muito pela eleição de Dilma na região”, disse Reginaldo.

Já o prefeito de Jatobá, Róbson Barbosa, disse que irá aguardar a notificação para embasar sua defesa. “Vou analisar a decisão quando chegar. A princípio não tenho intenção de sair, mas também não ficarei numa casa onde não sou bem-vindo”. O terceiro prefeito passível de expulsão, Argemiro Pimentel, de Machados, no Agreste, não foi localizado.

Fonte: Blog do Magno Martins

Comentários

Inocêncio vai à tribuna hoje se despedir do Congresso

O deputado Inocêncio Oliveira (PR-PE) marcou para hoje seu discurso de despedida do Congresso. Ele falará aos colegas nesta quarta-feira, às 15 horas. A informação é de Marcel Frota, no blog Poder Online.

Segundo o colunista, o discurso promete ser animado, já que Inocêncio deu o que falar durante a campanha, ao ser destituído do diretório do partido em Pernambuco depois de contrariar a orientação nacional de apoio à presidente Dilma Rousseff. Inocêncio fez campanha para o tucano Aécio Neves.

Fonte: Blog do Magno Martins

Comentários

Cunha: escândalo de Petrobras terá muitos filhotes

Pedro Ladeira/Foha

Candidato favorito à presidência da Câmara, o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) antevê um futuro turvo para o Congresso. Considera inevitável a abertura de uma nova CPI em 2015, para apurar os desdobramentos da Operação Lava Jato. Em entrevista ao programa Canal Livre, da Band, ele indagou na noite passada:

“Alguém tem dúvidas de que esse escândalo é um escândalo que ainda vai ter filhotes por muitos anos? É uma situação absolutamente inédita. Você chegou a um nível de corrupção [...] que nós não tivemos conhecimento em nenhum outro momento da história do país.”

Líder do PMDB na Câmara, Cunha disse que seu partido não será o proponente da nova CPI. Mas irá apoiá-la. Avalia que a futura comissão de inquérito pode ter desfecho bem diferente das atuais CPIs da Petrobras. “Ninguém controla CPI se tiver fatos que sejam relevantes, que extrapolem os limites.”

Afirma que, se for eleito para comandar a Câmara, garantirá para que os prováveis pedidos de cassação de petro-deputados tenham uma tramitação regular, conforme previsto na Constituição e o regimento interno da Casa.

Fonte: Blog do Magno Martins

Comentários

Indicativo de expulsão em massa no PT pernambucano

A direção estadual do PT apresenta, hoje à noite, uma resolução que, além de ilustrar nomes de aproximadamente 100 petistas considerados ‘infiéis’, vai recomendar as devidas punições aos citados no documento. Dos nomes levantados por uma comissão estadual, 83 já vão receber diretamente o indicativo de expulsão. O partido tomou a decisão após analisar as condutas dos envolvidos nas últimas eleições e discutir, também, o papel que o PT do Nordeste precisa ter na segunda gestão da presidente Dilma Rousseff (PT).

Segundo o vice presidente do partido em Pernambuco, Bruno Ribeiro, a resolução visa deliberar um processo disciplinar que vai de advertência à expulsão. Ele frisou, no entanto, que a decisão final fica a cargo da diretório estadual. 

Direção de ultrapassados

Após a apresentação da resolução, os nomes e as punições serão apresentados numa reunião programada para acontecer no dia 6 de dezembro. Apesar de os nomes não serem divulgados oficialmente, um que deve compor a lista é o de Gilson Guimarães, integrante da executiva nacional do PT que apoiou a candidatura do governador eleito de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB).

Guimarães afirmou ao Diario que, além da presidente do partido em Pernambuco, Teresa Leitão, o senador Humberto Costa e o deputado federal João Paulo são nomes “ultrapassados e não têm mais capacidade política de aglutinar pessoas”.

Fonte: Blog do magno Martins

 

Comentários

Demissão de Marta leva Casa Civil da Presidência a pedir cargos de demais ministros

dilma e mercadante Demissão de Marta leva Casa Civil da Presidência a pedir cargos de demais ministros

O chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, acionou nesta terça-feira (11) os ministros para que entreguem suas cartas de demissão até a próxima terça, 18, quando a presidente Dilma Rousseff retornará de sua viagem à Austrália, onde vai participar da reunião de cúpula do G-20, em Brisbane.

A ideia inicial era que a entrega dos cargos ocorresse de forma conjunta, no dia 18, como forma de indicar que a equipe deixava a presidente à vontade para compor um novo time no segundo mandato. Mas a atitude de Marta Suplicy, que deixou o Ministério da Cultura um dia após Dilma embarcar para a cúpula do G-20, surpreendeu o Planalto e precipitou o pedido da Casa Civil.

Procurada pelo Estado, a assessoria de imprensa da Casa Civil afirmou que outros ministros já colocaram seus cargos à disposição. No entanto, a pasta informou que não vai divulgar os nomes das autoridades nem quando essas cartas foram encaminhadas. O governo tem hoje 39 ministérios, dos quais 17 são controlados pelo PT.

Sucessão

Atualmente, há dois favoritos para ocupar a cadeira de Marta: o presidente do Instituto Brasileiro de Museus, Ângelo Oswaldo, e o ex-ministro e atual secretário municipal de Cultura de São Paulo, Juca Ferreira. Dilma gosta dos dois.

Na avaliação do presidente da Associação de Produtores Teatrais do Rio, Eduardo Barata, Juca é o quadro “mais forte e preparado” para a tarefa. “Ele representou vários avanços. Tem força política, vai ao Congresso, aos outros ministérios, fica esperando até a presidente recebê-lo. Não é uma unanimidade, mas é o mais forte“, afirmou Barata. Juca atuou como intermediário entre a campanha de Dilma e os artistas.

Encerra-se agora um dos mais constrangedores espetáculos da cultura brasileira”, disse o diretor de teatro Cacá Rosset. “Marta pede demissão e deixa como grande legado cultural o Supla“, ironizou.

Fonte: Blog do Carlos Britto.

 

Comentários

Fernando Bezerra e Miguel Coelho reúnem-se com diretor-presidente da Facape e falam de propostas

fbc e miguel com remígio Fernando Bezerra e Miguel Coelho reúnem se com diretor presidente da Facape e falam de propostas

Quem esteve ontem (11) na Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais (Facape) foi o senador e deputado estadual eleitos este ano, Fernando Bezerra Coelho (PSB) e seu filho Miguel (PSB).

Reunidos com o diretor-presidente da autarquia, Professor Rinaldo Remígio, e representantes da Facape, os dois trataram de assuntos como o aumento na oferta de bolsas do Proupe, gratuidade da faculdade e projetos de melhorias na infraestrutura da instituição.

Fonte: Blog do Carlos Britto

 

Comentários

Marta sai, bate em Dilma e provoca um tsunami político

O ministro Guido Mantega (Fazenda) ficou irritado com as críticas de Marta Suplicy à política econômica do governo, explicitadas na carta de demissão da senadora do Ministério da Cultura. Em conversa com auxiliares, o ministro, cuja saída do cargo também é iminente, rebateu a ex-ministra: ‘Das duas, uma: ou ela se rendeu ao discurso do mercado financeiro ou quer desviar atenção de sua gestão na Cultura’. E prosseguiu: ‘E não faltou dinheiro no ministério dela. O que faltou? Talento?’. A informação é de Vera Magalhães, na Folha de S.Paulo desta quarta-feira.  Diz ainda a colunista:

”Ministros de Dilma reagiram mal à ideia de Aloizio Mercadante (Casa Civil) de colocarem o cargo à disposição. Um petista a considerou ‘exótica’, já que Dilma viajou e tem plena autonomia para mexer na equipe.  Assessores de Mercadante telefonaram na sexta para auxiliares dos demais ministros dizendo que a carta era apenas uma ‘sugestão’, que não precisava ser acatada. Muitos ignoraram.

Em 2006, depois de reeleito, Lula pediu que Gilberto Carvalho e o porta-voz André Singer pusessem os cargos à disposição para que os outros ministros fizessem o mesmo. Ninguém se mexeu.”

Fonte: Blog do Magno Martins

Comentários