Humberto empolga-se com nova pesquisa pró-Dilma: “Tendência é ampliar vantagem”

O líder do PT no Senado, Humberto Costa, gostou do que viu em relação aos últimos números de uma pesquisa feita pelo Instituto MDA, em parceria com a Confederação Nacional dos Transportes (CNT), divulgada nesta terça-feira (9).

O levantamento mostra Dilma na frente, com 38% das intenções de  voto; em segundo lugar, aparece Marina Silva (PSB), com 33,5% e Aécio Neves (PSDB) com 14,7 %. Já o Pastor Everaldo (PSC) tem 1%, enquanto os demais candidatos chegam a 1,1%. Brancos e nulos somam 5,9% e aqueles que não sabem ou não responderam chegam a 5,7%.

A nova pesquisa aponta, segundo analistas, uma vitória da presidente-candidata ainda no primeiro turno, embora as chances de haver segundo turno entre Dilma e Marina ainda sejam reais. “A tendência é ampliar a vantagem ainda mais”, disse o senador, esbanjando confiança.

Fonte: Blog do Carlos Britto

Comentários

MPF recomenda fiscalização mais rigorosa do transporte escolar no interior de Pernambuco

transporte escolar

Uma recomendação expedida pelo Ministério Público Federal (MPF) em Caruaru, no Agreste pernambucano, está solicitando uma fiscalização mais rigorosa do Detran-PE ao veículos que fazem o transporte escolar naquela região. Veículos inapropriados (os chamados “paus de arara”) têm sido usados frequentemente para levar e trazer os alunos alunos. O documento é de autoria dos procuradores da República Luiz Antônio Amorim Silva e Natália Lourenço Soares.

De acordo com a recomendação, o Detran-PE terá de averiguar se o serviço tem sido prestado de acordo com as prescrições do Código de Trânsito. Caso seja verificada irregularidade, deverá ser aplicada a respectiva sanção. Se houver possibilidade de adequação do veículo, o responsável deverá ser notificado para providenciar a regularização.

O órgão estadual terá de informar em até 30 dias, a contar da notificação, se vai acatar a recomendação. Deverá ser encaminhado ao Ministério, no mesmo prazo, o cronograma das fiscalizações a serem feitas nesses municípios nos próximos 12 meses.

Em caso de descumprimento da recomendação, poderão ser adotadas as medidas administrativas e judiciais cabíveis.  As informações são assessoria do MPF. (Foto/divulgação)

Fonte: Blog do Carlos Britto

Comentários

Candidato de Cid Gomes sobe 10 pontos percentuais no Ceará

Cid Gomes - foto agencia brasil

Pesquisa do Datafolha divulgada ontem (2) em Fortaleza aponta o candidato do PT ao Governo do Estado, Camilo Santana (PT), com 31% das intenções de voto, ante 41% do senador Eunício Oliveira (PMDB).

Em relação à pesquisa anterior, de 14 de agosto, o candidato do PT (e do governador Cid Gomes) cresceu 12 pontos percentuais e o peemedebista caiu seis.

O resultado da pesquisa mostra que no espaço de apenas três semanas a vantagem de Eunício sobre Camilo caiu de 28 para 10 pontos percentuais.

Já a candidata do PSB, deputada estadual Eliane Novais, oscilou negativamente, caindo de 7% para 4% das intenções de votos.

Ailton Lopes (PSOL) também oscilou para baixo, saindo de 4% para 2%. Juntos, os adversários de Eunício Oliveira somam 37%. Isso significa que, no limite da margem de erro da pesquisa – que é de três pontos, para mais ou para menos – abre-se a possibilidade de haver segundo turno no Ceará.

Para o Senado, o tucano Tasso Jereissati (PSDB) tem 54% das intenções de voto, ante 20% de Mauro Filho (PROS), que é o candidato do governador.

A pesquisa foi encomendada pelos jornais O Povo e Folha de São Paulo. O Datafolha ouviu 1.042 pessoas em 41 municípios cearenses entre os dias 1º e 2 de setembro.

Fonte: Blog do Inaldo Sampaio

Comentários

Pastor que “demonizou” Dilma em 2010 agora está com Marina Silva

everaldo pereira - reprodução internet

O pastor Silas Malafaia declarou ontem (2) no Rio de Janeiro que num eventual segundo turno para presidente da República votará em Marina Silva (PSB).

Ele apóia o pastor Everaldo Pereira (PSC), que está em quarto lugar nas pesquisas de opinião, oscilando entre 2% e 3% das intenções de voto. Em 2010, Malafaia apoiou José Serra (PSDB) e foi usado pelos tucanos para “demonizar” Dilma Rousseff (PT).

Malafaia explicou que reviu as críticas que fez a Marina Silva após a “comunidade gay” ter retirado o apoio à candidatura da ex-senadora.

“O ativismo gay retira o apoio a Marina. Maravilha! No primeiro turno vou votar no Everaldo, pois tenho palavra. No segundo voto em Marina. Dilma apoia a criminalização da homofobia. Vamos combinar: os gays votam em Dilma e o restante vota em Everaldo, Aécio, Levy e Marina”, escreveu Malafaia em seu Twitter.

Na última sexta-feira (29), ao comentar o programa de governo de Marina, Malafaia disse o seguinte: “O programa de governo do partido de Marina é pior que o PT e o PSDB, no que tange aos direitos dos gays. Apóia descaradamente o casamento gay e pede, inclusive, a aprovação do extinto PLC 122, que, entre outras coisas, põe pastor na cadeia. É uma vergonha que prevê casamento, adoção de crianças e etc”.

Coincidência ou não, no sábado (30) pela manhã a campanha de Marina Silva anunciou uma retificação no programa de governo do PSB em relação aos gays.

Entre as retificações, estão o apoio à aprovação do PLC 122/06 – que equipara os crimes de discriminação de gênero com os crimes de racismo – a eliminação dos obstáculos para adoção de crianças por casais homossexuais – que ganhou uma nova redação no documento – além da exclusão do item que apoiava propostas em defesa do casamento civil gay igualitário.

Em nota, a campanha de Marina deu a seguinte explicação: “Em razão de falha processual na editoração, a versão do Programa de Governo divulgada pela internet até então e a que consta em alguns exemplares impressos distribuídos aos veículos de comunicação incorporou uma redação do referido capítulo que não contempla a mediação entre os diversos pensamentos que se dispuseram a contribuir para sua formulação e os posicionamentos de Eduardo Campos e Marina Silva a respeito da definição de políticas para a população LGBT”.

Fonte: Blog do Inaldo Sampaio

Comentários

Pesquisa: ”Nada definido”, diz cientista político

”’As eleições estão longe de serem definidas” disse o cientista político Ricardo Guedes, ao informar da consulta (ISTOÉ/Sensus) dias 6 e 7 próximos. Segundo ele, só metade do eleitorado definiu seu candidato, “e a diferença do voto certo entre Marina e Aécio é de menos que 4%”. Com o voto racional tendendo cada vez mais a prevalecer sobre o voto de comoção e de protesto, Guedes acredita que o eleitor focará os programas eleitorais e os debates. “O currículo e as propostas são elementos de decisão”, acentua.

A onda pró-Marina Silva que sacode os comandos das campanhas do PT e do PSDB terá o seu impacto avaliado no próximo final de semana – agora diante de maior interesse do eleitor em pesquisas do gênero, menor comoção diante da morte de Eduardo Campos e a candidata do PSB sob questionamentos naturais da mídia e ataques dos adversários.

Em sua quinta sondagem, a pesquisa ISTO É/Sensus ouvirá duas mil pessoas em cinco regiões, 24 Estados e 136 cidades. O questionário para o segundo turno trará Dilma X Marina e Dilma X Aécio – nada de Marina X Aécio, por ora.

 

 

Fonte: Blog do Magno Martins

 

Comentários

MPF pede que União suspenda repasse de convênios para municípios pernambucanos que não possuem Portal da Transparência

Até 40 municípios pernambucanos, ligados à Procuradoria da República em Garanhuns, que não tenham criado Portal da Transparência para dar publicidade às contas públicas, podem ficar sem receber dinheiro proveniente de transferências voluntárias do governo federal. A recomendação foi expedida pelo Ministério Público Federal (MPF) e impede que a União transfira dinheiro vindo de convênios para a realização de obras.

A sanção não inclui recursos de determinação constitucional e legal ou destinados ao Sistema Único de Saúde (SUS). O prazo para cumprimento é 60 dias.

Em 9 de dezembro de 2013, data que marca o Dia de Combate à Corrupção, o MPF e o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) já haviam expedido uma recomendação para que os municípios implementassem os portais da transparência; o que foi descumprido pelas cidades.

Em nove casos, o MPPE chegou a ajuizar ações civis públicas para garantir a implementação dos portais: Inajá, Manari, Garanhuns, Lagoa do Ouro, Buíque, Tupanatinga, Águas Belas, Itaíba e Sertânia.

Os municípios ligados a Procuradoria da República de Garanhuns são Águas Belas, Angelim, Bom Conselho, Brejão, Caetés, Calçado, Canhotinho, Capoeiras, Correntes, Garanhuns, Iati, Ibirajuba, Jucati, Jupi, Lagoa do Ouro, Lajedo, Palmeirina, Paranatama, Quipapá, Saloá, São Bento do Una, São João, Terezinha, Alagoinha, Arcoverde, Buíque, Ibimirim, Iguaraci, Inajá, Ingazeira, Itaíba, Manari, Pedra, Pesqueira, Poção, Sertânia, Tacaratu, Tupanatinga, Tuparetama e Venturosa.

Fonte: Blog do Jamildo

Comentários

Marília Arraes pede que deixem Eduardo Campos descansar

Foto: BlogImagem

Em um ato com a militância do candidato ao Governo de Pernambuco Armando Monteiro (PTB), Marília Arraes, prima de Eduardo Campos, pediu que os candidatos da Frente Popular por Pernambuco deixassem o ex-governador, que morreu no último dia 13 de agosto em um acidente aéreo, descansar. “Homenagem não se faz com voto”, disse a vereadora.

Falando de Eduardo como um grande nome da política nacional, Marília aproveitou para condenar a campanha da Frente Popular, que usa a imagem de Eduardo nos programas dos guias eleitorais de TV: “Querem uma homenagem…? A gente pode levar uma flor; quem for evangélico, católico pode fazer uma oração. Deixem a pessoa descansar e não ficar usando exaustivamente a imagem de uma pessoa que já faleceu”, criticou.

Marília discursava a favor da candidatura de Armando e criticava a escolha de Paulo Câmara (PSB) para ser o candidato da Frente Popular na disputa ao cargo de governador de Pernambuco. A coligação reúne 21 partidos e Paulo Câmara, que foi secretário da fazenda na gestão de Campos, foi escolhido pelo próprio ex-governador.

Marília já atua na oposição desde julho, quando rompeu com o primo ao criticar publicamente o PSB, partido que tinha  Eduardo como presidente nacional. Apesar de ainda estar ligada ao PSB, declarou apoio ao petebista. “Eu conheço Armando há 20 anos e eu tenho 30 anos de idade. Desde 1984 estamos juntos. Por que estaríamos separados agora?”, questionou a vereadora e aproveitou para criticar a candidatura de Paulo Câmara: “Ele pode até ser uma boa pessoa; mas não é suficiente para ser um grande governador de Pernambuco”.

A vereadora ainda aproveitou para falar de Miguel Arraes, avô dela e de Eduardo Campos, citando-o como exemplo de homem prepardo para exercer o cargo em Pernambuco. “Miguel Arraes era um homem preparado. E não ficava apenas atrás de uma mesa cobrando imposto, enfrentando burocracia de Estado, sem colocar os pés na lama e sem conhecer a realidade do povo”, disse a socialista.

Fonte: Blog do Magno Martins

Comentários

Ex-coordenador LGBT da campanha de Marina deve entrar na equipe de Paulo Câmara

Foto: BlogImagem

Quatro dias depois que o PSB retificou o programa de governo da ex-senadora Marina Silva, o jornal O Globo noticia que Luciano de Freitas, ex-coordenador do Núcleo LGBT da campanha presidencial, deve se integrar ao time de puxadores de voto do ex-secretário da Fazenda Paulo Câmara (PSB), na disputa pelo Governo de Pernambuco.

No sábado (30), um dia depois de o documento ser lançado, a equipe de campanha de Marina modificou o trecho que falava sobre os direitos LGBT para retirar promessas como a defesa do casamento homoafetivo e da criminalização da homofobia.

Ao jornal O Globo, Luciano de Freitas disse que já estava decidido a deixar a equipe de campanha de Marina na semana passada por falta de tempo e teria confirmado a decisão após os contratempos. Segundo o jornal, ele é pernambucano e não tem cargo de direção no PSB.

Ao jornal carioca, Luciano de Freitas evitou falar sobre a modificação do documento. “O que redigimos foi exatamente o que saiu. Esperávamos que tivesse cortes. Ficamos surpresos com o que foi publicado, limitou-se a afirmar.

Fonte: Blog do Magno Martins

Comentários

coerente, que defende aplicar Código Penal para jovens de 16 anos

Foto: Marcos Fernandes/PSDB

O senador mineiro Aécio Neves (PSDB) promete lançar seu plano de governo na próxima semana, com “a marca da coerência e da consistência das propostas defendidas pela candidatura”. A declaração pode ser uma alfinetada ao documento apresentado pela ex-senadora Marina Silva (PSB), que depois foi remendado para se adequar às crenças pessoais da candidata; retirando trechos que defendiam a energia nuclear, o casamento homoafetivo e a criminalização da homofobia.

Para dar o tom, Aécio já garante, de cara, uma proposta polêmica. Como tem dito na campanha, o senador tucano vai incluir no documento a proposta do vice, Aloysio Nunes, que permite a aplicação do Código Penal para julgar jovens entre 16 e 18 anos.

A aplicação do Código Penal para menores seria restrita a crimes extremamente graves ou cometidos outras vezes pelos menores. Pela proposta, após ouvir o Ministério Público e especialistas que atestem o dicernimento do jovem, o juiz pode responsabilizá-lo penalmente.

Outra proposta prevê transformar o Ministério da Justiça em Ministério da Segurança Pública e Justiça, para dar prioridade à área.

Fonte: Blog do Jamildo

Comentários

Sílvio Costa diz que jovens do PSB são obrigados a fazer campanha

Foto: BlogImagem

O deputado federal Sílvio Costa (PSC) discursou na manhã desta terça-feira (02) em um ato que reunia a militância da coligação Pernambuco Vai Mais Longe e afirmou que a juventude do PSB faz campanhas nas ruas “por obrigação” e com má vontade.

O ato aconteceu no comitê de campanha do candidato ao Governo, Armando Monteiro (PTB), situado no bairro do Pina, Zona Sul do Recife e tinha como função uma aproximação da militância com os candidatos da chapa majoritária da coligação.

Em determinado momento Sílvio Costa, que estava animado e chegou a cantar uma música de Lulu Santos, acompanhado por um coro de jovens, afirmou que a juventude do PSB é formada “por um bando de mauricinhos que devem ser filhos de gente que trabalha no governo”, e concluiu dizendo que eles fazem campanha nos sinais por obrigação e com má vontade.

Ao falar de Armando, o deputado disse que não havia outro candidato melhor que o petebista para governar Pernambuco e criticou a falta de experiência de Paulo Câmara (PSB), pricipal adversário de Armando no pleito, dizendo: “Nosso adversário nunca disputou uma eleição nem para a liga de dominó”.

Fonte: Blog do Magno Martins

Comentários